Persuasão

" É em «Persuasão», o último romance acabado de Jane Austen, que encontramos a sua heroína mais notável - Anne Elliot. Sobre ela escreveu, um dia, a autora: "ela é quase demasiadamente boa para mim." No entanto, naquela que é a sua obra mais amadurecida, que descreve uma órbita de afastamento nítida em relação ao tom predominantemente satírico dos seus anteriores romances, Austen trata o carácter e os afectos da protagonista de uma forma que, sem perder totalmente de vista a ironia é, sem sombra de dúvida, muito mais terna, e anuncia já uma percepção mais aberta e dinâmica da personalidade e comportamentos humanos. Uma história de amor, desenvolvida com profundidade e subtileza, proporciona o campo ideal para um estudo refletido, que sustenta na sua linha de horizonte o complexo relacionamento entre os dois sexos, e no qual homem e mulher surjem como seres moralmente análogos."

Um Romance muito simpático que se lê muito facilmente.
A história é passada numa época em que a sociedade tinha uma grande influência nos amores e desamores, e que está muito bem retratada através das descrições nada cansativas e um tanto irónicas da autora.
A protagonista Anne Elliot vê-se impedida de viver o seu grande amor devido á oposição da família, contudo ao reencontrar o seu apaixonado, volvidos oito anos, tudo vai mudar.
Nota da B: 7/10



4 já disseram de sua justiça:

Jojo disse...

Oi!
Eu tenho este na estante qualquer dia pego nele.

bjinho*

Jojo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adriana Zardini disse...

Sou bastante suspeita para falar de Persuasão: é meu livro favorito de Austen! Vocë conhece a série de 2007? Apesar de ter cenas que não existem no livro, vale à pena ver os personagens encarnados nos atores! :)

Catarina disse...

Olá às maníacas.
Desde que vi o filme A Casa do Lago, que tenho tido vontade de ler o livro, mas não tem calhado :( Um destes dias.

Enviar um comentário